SRM – Supplier Relationship Management

7 de outubro de 2007 Imagem destacada padrão para postagens ABRADi

O conceito de parceiro, e não apenas de fornecedor, é cada vez mais forte no famoso Supply Chain – que envolve toda a Cadeia de Suprimentos, colocando todos juntos, do fornecedor de serviços ou produtos até o usuário final, passando pelo diversos departamentos da empresa “compradora” : Suprimentos, Marketing, PCP, Controle de Qualidade, Jurídico, Produção, Engenharia de Produtos, Design,  e por aí vai.
Com isto nascem os sistemas SRM baseado na web, priorizando a velocidade online da informação, para que desde o primeiro momento da criação, já esteja completamente linkado ao departamento de marketing e jurídico quando envolvem necessidades aplicáveis para que o Routing de Aprovação se complete em poucas horas. Nesta velocidade o Departamento de Suprimentos trabalha online com fornecedores para que as amostras sejam aprovadas com os devidos graus de conformidade esperados pelo Controle de Qualidade/Produção, na sequência nascem os lotes piloto e os tão esperados lotes de produção contínuos.

Tudo isto junto, atrelados aos rígidos conceitos de KPI (Key Performance Indicator) levantando instantaneamente gráficos 3D/Flash para visualização imediata de todos os envolvidos e de melhoria constante, protegidos pelas melhores técnicas de segurança da informação.

E a “sopa de letras” da internet cada vez aumenta mais, porém não para impressionar como anos atrás, a sustentabilidade dos processos baseados na web é coisa séria, é uma realidade, mesmo que muitas empresas ainda nem sequer pensaram no precisam e como podem melhorar seus processos internos e externos, e só passam a existir quando você acredita na possibilidade.

Supplier Relationship Management (SRM) chegando perto do Customer Relationship Management (CRM).

Valdiney Victor Viçossi