Entrevista com Paulo Henrique Ferreira, Vice-Presidente de Integração Nacional

16 de junho de 2020

A ABRADi está com uma nova diretoria! Começaremos uma série de entrevistas com diretores e presidentes, que apresentarão algumas diretrizes para as suas áreas. Essa semana conversamos com Paulo Henrique, nosso Vice-Presidente de Integração Nacional.

Confira a entrevista.

“O objetivo da vice presidência que ocuparei neste mandato é trazer todas as regionais para participarem de forma mais ativa e integrada com as diretrizes da condução nacional, levando a mensagem única do que se discute em nossos encontros. Trazendo-os para participar constantemente do debate e compartilhar suas ações locais com as demais estados do país, gerando sinergia entre todos os associados.

Sendo um dos fundadores da ABRADi, o conhecimento e relacionamento entre os associados trouxe base para poder entender inclusive algumas particularidades dos agentes por todo o Brasil. 

Fortalecer o encontro entre players do mercado em prol do crescimento de toda a cadeia é o principal ganho de todo esse encontro. Nesse momento de reinvenção todos ganham e valorizam ainda mais uma indústria que indiretamente foi beneficiada pela forma como as empresas e pessoas solidificam suas formas de fazer negócios.

Ser um VP que sirva de apoio para todos esses associados e o crescimento da ABRADi me deixa muito orgulhoso e reforça o meu compromisso com a entidade desde a sua fundação.

Estarei à disposição de todas as regionais que precisarem do meu apoio.”

 

Sobre a ABRADi

A ABRADi é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que defende os interesses das empresas desenvolvedoras de serviços digitais no Brasil. A entidade está presente nos estados do DF, GO, MS, PB, PR, RJ, RN, RS, SC, SP e na Região Norte. Atualmente, possui cerca de 600 empresas associadas.

A ABRADi é um ambiente democrático e inclusivo para todas as empresas que tenham as soluções digitais como foco prioritário de atuação. Adotamos como proposta principal, a mobilização das agências digitais em torno de propostas de consolidação do setor e no auxílio às empresas associadas na gestão de seus negócios.Estimulamos todos os associados a colaborar ativamente na discussão de normas e processos de excelência e a dialogar francamente com o mercado e os outros setores da sociedade.

Acreditamos que bem geridas, essas empresas tornam-se construtoras de uma sociedade mais transparente e livre, que utiliza a Internet para se informar, estudar, fazer negócios e exercer seus direitos de cidadania.