Como aproveitar a análise de dados

18 de novembro de 2021

*Por Silvio Bianchi

Os dados tornaram-se uma ferramenta poderosa para construção de inúmeras oportunidades. O futebol, por exemplo, que antes era apenas uma modalidade esportiva, hoje abre espaço no mercado para softwares e profissionais capazes de transformar informação e números em tática. A partir disso, trago aqui alguns insights que podem te ajudar a aproveitar a análise de dados.

A primeira delas é definir uma liderança. A escolha de um líder deve fazer parte de uma boa estratégia, já que ele será responsável por coordenar toda a estrutura do time a partir do planejamento e das implementações para engajar o trabalho com as demais áreas. Consequentemente, com a liderança e o plano de trabalho definidos e estabelecidos, você poderá fechar a equipe inicial e dar início a execução.

Neste processo, contar com a tecnologia também é um fator primordial. Poder atuar com um sistema qualificado para atender as necessidades do seu negócio é essencial para uma evolução saudável. Lidar com dados não é tão simples quanto pode parecer. Então, tenha boas ferramentas como aliadas e saiba usufruí-las. Supermetrics, Microsoft Excel, Google Analytics, Google Data Studio e a linguagem de programação Python, por exemplo, são bastante utilizadas e conhecidas, suprindo bem as demandas.

Outro passo importante é estruturar um modelo de operação capaz de definir como a área atenderá às demandas da corporação. Hoje, há duas possibilidades:

  1. Estrutura centralizada, na qual a área toda de dados atua como ponte com os demais setores da empresa, recebendo as demandas da companhia;
  2. Estrutura descentralizada, um modelo que disponibiliza aos departamentos um profissional exclusivo para trabalhar como elo entre os setores envolvidos.

Depois de definir tudo isso, você estará construindo uma base de inteligência sólida e competente.

Por fim, vale reforçar a importância de saber aproveitar os dados que serão armazenados. Afinal, não adianta ter várias informações e não poder usá-las. Dessa forma, garantir uma coleta de dados com eficiência também é um fator relevante para o aproveitamento desta análise e possíveis planejamentos.

Se juntarmos um bom sistema e um bom time, e ambos trabalharem em sinergia, você terá não só dados consistentes como também potencial de crescimento e destaque dentro do seu setor. A coleta de dados, quando feita de forma planejada e frequente, proporcionará redução de custos, entendimento mais nítido das necessidades do seu público e identificação de oportunidades para a tomada de decisões mais assertivas, seja internamente para a sua empresa ou externamente para conhecimento junto a sua base de clientes.

Mas isso é o suficiente? Não! A evolução das informações, estruturas e materiais é sempre constante. Por isso, investir no enriquecimento de dados com informações internas ou externas permite o desenvolvimento de estudos para evolução do negócio.

A análise de dados está ganhando cada vez mais espaço em diversos setores e os serviços digitais crescem no mesmo ritmo. Assim, mais do que surfar a onda, é necessário entrar no mar preparado.

Antes de terminar considere duas últimas dicas importantíssimas:

1 – Planeje sempre o que coletar de informações. Excesso de dados não significa qualidade. Lembre-se de que captar dados custa tempo, dinheiro e envolvimento com seus clientes.

2 – Antes mesmo de iniciar tenha em mente de que o time envolvido tem que ter muito claro o objetivo de cada ação. Por que estamos fazendo esse trabalho? Qual o foco? O que a empresa pretende, vender mais? Estreitar o relacionamento? Buscar novas informações para definições estratégicas? Questione sempre!

Quer saber mais sobre o tema?
O Comitê de Dados da ABRADi lançou em novembro de 2021 o Guia de Dados ABRADi 2021!
Faça o download gratuito no site: https://conteudo.abradi.com.br/guia-de-dados-2021

*Silvio Bianchi é Líder do Comitê de Dados da ABRADi