Com apoio da ABRADi, Secom lança edital de contratação de soluções de comunicação digital

Por Administrador, 14 de August de 2014

catedral-destaque-site-abradi

São Paulo, agosto de 2014 – Desenvolvido com o apoio da Associação Brasileira dos Agentes Digitais ( ABRADi), o novo edital de licitação para contratação de soluções de comunicação digital da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) foi publicado no dia 7 de agosto no Diário Oficial. A concorrência aberta pela Secom escolherá duas agências. O documento, baseado no modelo “Melhor Técnica”, representa um marco para o Brasil ao estabelecer parâmetros ainda mais claros e meritocráticos para a relação entre o Governo Federal e as empresas do setor.  Além disso, demonstra a crescente importância adquirida pelos meios digitais para a comunicação entre a administração pública e os cidadãos.

Resultado de mais de um ano de trabalho conjunto entre as partes, o novo edital é baseado em entregáveis. Assim, é considerado pelo governo e pela ABRADi como uma evolução das práticas anteriores de contratação – como o critério hora-homem, por exemplo.

“É um edital inovador, transparente e adequado à realidade do mercado e do País”, afirma Alexandre Gibotti, diretor-executivo da ABRADi. “A Secom demonstrou paciência e diálogo franco para encontrar a melhor solução para todas as partes: o próprio governo, o mercado e, por conseguinte, a população.” A verba anual prevista na licitação da Secom é exclusiva para soluções digitais, ou seja, não envolve compra de mídia.

A licitação do tipo “Melhor Técnica” – vence o certame quem apresentar as melhores soluções de planejamento e criação – é resultado de um trabalho complexo no qual as agências associadas à ABRADi exerceram papel importante. Elas  ajudaram a definir os parâmetros para os entregáveis previstos no edital, bem como os respectivos preços.

O objetivo da ABRADi daqui para frente é desdobrar o modelo da Secom para todos os Estados. Por isso, as 14 regionais da entidade receberão orientações e apoio para sensibilizar as Secretarias de Comunicação dos Estados a adotar o modelo. Para tirar dúvidas  ou obter mais esclarecimentos sobre o edital, contate a ABRADi pelo email abradi@abradi.com.br.

Sobre a ABRADi

A Associação Brasileira dos Agentes Digitais (ABRADi) foi fundada em março de 2009 reunindo todas as associações regionais que agregam as agências de comunicação digital do Brasil. Com representação em 14 regionais (São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraíba, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Distrito Federal, Pernambuco, Paraná, Goiás e Rio Grande do Norte e Interior de São Paulo), a entidade possui cerca de 700 associados e tem como objetivo aculturar o mercado, discutir novas práticas, fomentar o segmento e qualificar profissionais. Recentemente a associação assumiu um novo posicionamento e mudou a sua nomenclatura para Associação Brasileira dos Agentes Digitais, ampliando a sua representatividade no mercado digital ao incluir empresas de outros segmentos em seu quadro associativo. A atual gestão (2014-2016) é composta pelo presidente Anderson de Andrade, pelo vice-presidente Bruno Prado e pelo tesoureiro Paulo Henrique Ferreira. A direção-executiva é de Alexandre Gibotti desde a fundação da ABRADi.