Nota de posicionamento da ABRADi sobre Relatório da CPI de Crimes Cibernéticos

A Comissão Parlamentar de Inquérito dos Crimes Cibernéticos apresentou no dia 30 de março de 2016 o relatório final que sugere 19 (dezenove) medidas que alteram o Marco Civil da Internet com o objetivo de facilitar a identificação de criminosos virtuais; tornar hediondos os crimes ligados à pedofilia; e criminalizar qualquer tipo de invasão de dispositivo informático (computadores, tablets, celulares …