Novo Censo Digital da ABRADi vai mapear a participação das mulheres no setor de comunicação digital

Por assessoria, 10 de setembro de 2015

A Associação Brasileira dos Agente Digitais (ABRADi) está coletando dados para a sexta edição do Censo Digital, com o objetivo de atualizar o panorama do setor de comunicação digital no país.

O Censo é o principal raio-X do mercado de serviços digitais, cuja dimensão já ultrapassa a marca de R$ 3 bilhões ao ano. Os dados atualizados serão divulgados em dezembro deste ano.

Se em 2014 a novidade foi aferir o grau de internacionalização das empresas brasileiras de serviços digitais, este ano a ABRADi quer levantar a participação feminina no setor.

Estima-se que o percentual de mulheres empreendedoras neste mercado no Brasil ainda é muito baixo. Nos Estados Unidos, estima-se que sejam 33%. Na Europa, 19%. Há um movimento mundial para empoderamento de mulheres nas empresas. A União Europeia realiza, em outubro, um encontro no qual lançará um manifesto de incentivo às mulheres empresárias. Organizações voltadas para as necessidades femininas no setor pipocam: “WeHubs”, na Europa, “Code Like a Girl”, na Austrália, e “Young Women in Digital”, nos EUA. 

“Negócios com liderança equilibrada entre mulheres e homens são mais produtivos e fortalecem a economia. Inicialmente vamos mapear a participação feminina e depois vamos incentivar o aumento de mulheres nas empresas digitais”, diz Anderson de Andrade, presidente da ABRADi.

O Censo Digital mede a dinâmica do mercado, a partir da projeção de dados sobre o faturamento, as áreas de atuação, número e gênero de funcionários, o perfil de exportação, os principais produtos vendidos ao exterior e os maiores países compradores. As edições anteriores mostraram crescimento expressivo do setor, de mais de 20% ao ano, mesmo diante da desaceleração da economia.

A nova edição do Censo manterá o levantamento do grau de internacionalização do setor, com o objetivo de criar uma plataforma de exportação de serviços digitais. Os dados de 2014 mostraram que 3 em cada 10 empresas da área já tiveram alguma experiência de exportação.

Ferramenta importante para o planejamento estratégico das empresas do setor, o Censo Digital é feito a partir de questionário online. Qualquer agente digital do País pode participar, associado ou não à ABRADi.

Quanto mais agentes digitais participarem do levantamento, mais precisos serão os resultados. O formulário para preenchimento da pesquisa já está disponível aqui.  O prazo máximo é 27 de novembro.

O Censo Digital é organizado pela consultoria de pesquisa Manzione Associados e apoio técnico do Cetic/NIC.br, órgão responsável pela produção de indicadores e estatísticas oficiais do setor de Internet no país, o que vai permitir o cruzamento dos dados dos questionários com informações oficiais.

Acesse o formulário